CAMPO DE SÃO FRANCISCO * PONTA DELGADA - SÃO MIGUEL - AÇORES *

23
Jun 11

 

 

PÁGINA LITÚRGICA

Ano A

Semana de 25/06/2011 a 01/07/2011

DOMINGO XIII DO TEMPO COMUM

 

LEITURA I2 Reis 4, 8-11.14-16a

Leitura do Segundo Livro dos Reis

Certo dia, o profeta Eliseu passou por Sunam. Vivia lá uma distinta senhora, que o convidou com insistência a comerem sua casa. Apartir de então, sempre que por ali passava, era em sua casa que ia tomar a refeição. A senhora disse ao marido: «Estou convencida de que este homem, que passa frequentemente pela nossa casa, é um santo homem de Deus. Mandemos-lhe fazer no terraço um pequeno quarto com paredes de tijolo, com uma cama, uma mesa, uma cadeira e uma lâmpada. Quando ele vier a nossa casa, poderá lá ficar». Um dia, chegou Eliseu e recolheu-se ao quarto para descansar. Depois perguntou ao seu servo Giezi: «Que podemos fazer por esta senhora?». Giezi respondeu: «Na verdade, ela não tem filhos e o seu marido é de idade avançada». «Chama-a» – disse Eliseu. O servo foi chamá-la e ela apareceu à porta. Disse-lhe o profeta: «No próximo ano, por esta época, terás um filho nos braços».

Palavra do Senhor.

 

SALMO RESPONSORIALSalmo 88 (89), 2-3.16-17.18-19 (R. 2a)

Refrão: Cantarei eternamente as misericórdias do Senhor. Repete-se

      Ou: Eu canto para sempre a bondade do Senhor. Repete-se

 

LEITURA IIRom 6, 3-4.8-11

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Romanos

Irmãos: Todos nós que fomos baptizados em Jesus Cristo fomos baptizados na sua morte. Fomos sepultados com Ele pelo Baptismo na sua morte, para que, assim como Cristo ressuscitou dos mortos, pela glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova. Se morremos com Cristo, acreditamos que também com Ele viveremos; sabendo que, uma vez ressuscitado dos mortos, Cristo já não pode morrer; a morte já não tem domínio sobre Ele. Porque na morte que sofreu, Cristo morreu para o pecado de uma vez para sempre; mas a sua vida, é uma vida para Deus. Assim, vós também, considerai-vos mortos para o pecado e vivos para Deus, em Cristo Jesus.

Palavra do Senhor.

 

EVANGELHOMt 10, 37-42

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Naquele tempo, disse Jesus aos seus apóstolos: «Quem ama o pai ou a mãe mais do que a Mim, não é digno de Mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a Mim, não é digno de Mim. Quem não toma a sua cruz para Me seguir, não é digno de Mim. Quem encontrar a sua vida há-de perdê-la; e quem perder a sua vida por minha causa, há-de encontrá-la. Quem vos recebe, a Mim recebe; e quem Me recebe, recebe Aquele que Me enviou. Quem recebe um profeta por ele ser profeta, receberá a recompensa de profeta; e quem recebe um justo por ele ser justo, receberá a recompensa de justo. E se alguém der de beber, nem que seja um copo de água fresca, a um destes pequeninos, por ele ser meu discípulo, em verdade vos digo: Não perderá a sua recompensa».

Palavra da salvação.

 

NOTA EXPLICATIVA

DOMINGO XIII DO TEMPO COMUM 

 LEITURA I

«Este é um santo homem de Deus: poderá cá ficar»

A hospitalidade é uma das virtudes mais humanas e de grande tradição entre os antigos, como a leitura mostra, certamente porque, na vida da gente desse tempo, os apoios para quem viajava eram muito deficientes; mas ela é também das virtudes mais cristãs. É uma forma excelente de exercer a caridade para com o próximo. Na pessoa do próximo é o próprio Senhor que Se recebe.

LEITURA II

«Sepultados com Cristo pelo Baptismo, vivamos uma vida nova»

Esta passagem dá-nos a doutrina fundamental sobre o Baptismo. Ele é o sacramento que nos faz participar no sentido profundo da morte e ressurreição de Cristo. Por isso, o baptizado torna-se membro de Cristo ressuscitado, o que faz com que a sua vida seja uma vida nova para Deus, uma vez que morreu para tudo o que é do pecado.

EVANGELHO

«Quem não toma a sua cruz não é digno de Mim. Quem vos recebe a Mim recebe».

A vida cristã é, ao mesmo tempo, renúncia e conquista, perder e ganhar, como o foi para Jesus, que morreu, dando a vida, mas a ganhou ressuscitando. Esta atitude de não fazer dos seus interesses o primeiro critério de bem manifesta-se particularmente na atenção que se despende em favor dos irmãos, pois sabemos que, acolhendo-os, acolhemos ao Senhor.

I N F O R M A Ç Õ E S

AGENDA

Dia 1 de Julho – Reunião pelas 19 horas do Centro Paroquial.

oooOOOooo

 

 

No próximo Domingo dia 3, e como já tem sido largamente divulgado neste meio de comunicação, a nossa Paróquia celebra a secular FESTA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS, festa esta que terá a seguinte programação:

Pelas 11 horas celebração da Eucaristia Dominical com a Profissão de Fé.

* Pelas 17 horas, celebra-se a Missa Solenizada do Sagrado Coração de Jesus, seguida da Procissão do Santíssimo Sacramento. Recordamos que o seu trajecto será: Campo de São Francisco, Rua Luís Soares de Sousa, Rua da Cruz, Rua Diário dos Açores, Rua Tavares de Resendes, Rua Direita de Santa Catarina, Rua da Vila Nova, Rua de Lisboa, Rua José Bensaúde e Rua Teófilo Braga, regressando à nossa Igreja de São José.

Desde já, fica o apelo a todos os Movimentos da Paróquia (em especial aos Irmãos do Rancho de Romeiros de São José, para estarem presentes pois a eles foi destinado serem os portadores do guião e do pálio) e paroquianos em geral, para a sua integração na Eucaristia solenizada e Procissão, assim como também aos moradores das ruas por onde a mesma passa, que dentro do possível sejam colocadas verduras e flores, na frente das suas residências, e as janelas e varandas sejam decoradas com as lindas colchas, dando assim um maior respeito e solenidade a esta manifestação de fé.

Pede-se também a todos os moradores das referidas ruas, o favor de retirarem as suas viaturas, facilitando assim a passagem da Procissão.

* Durante a corrente semana, vão ser colhidos os já entregues envelopes, contendo as generosas ofertas para a ajuda destas celebrações.

NOTA: Relacionado com a realização da Profissão de Fé, haverá um Retiro no dia 25 do corrente das 10 às 17 horas no Colégio de São Francisco Xavier. Nos dias 29 e 30 do corrente e 1 de Julho haverá os ensaios pelas 19:15 horas. No dia 2 de Julho, pelas 10:30 horas haverá nesta Igreja a celebração da Confissão.

publicado por Ruben Amorim em:- igrejasaojose às 16:46

pesquisar
 
PÁROCOS DA PARÓQUIA DE SÃO JOSÉ DE PONTA DELGADA
  • 1.º - Bacharel Ascénio Gonçalves -
  • 2.º - Padre Francisco Fernandes – 1581 a
  • 3.º - Padre José da Costa Marrecos – 1635 a 1669 (34 anos)
  • 4.º - Padre Francisco da Cunha Prestes – 1670 a 1687 (17 anos)
  • 5.º - Padre Cristóvão Soares de Melo – 1692 a 1725 (33 anos)
  • 6.º - Padre Pedro Ferreira de Medeiros – 1726 a 1760 (34 anos)
  • 7.º - Padre João Francisco Tavares – 1764 a 1768 (4 anos)
  • 8.º - Padre Joaquim de França – 1790 a 1798 (8 anos)
  • 9.º - Padre Manuel José do Rego – 1800 a 1809 (9 anos)
  • 10.º - Padre Jacinto Tavares do Rego Oliveira – 1814 a 1831 (17 anos)
  • 11.º - Cónego José de Medeiros e Sousa – 1833 a 1868 (25 anos)
  • 12.º - Padre António Luciano Horta – 1868 a 1891 (23 anos)
  • 13.º - Padre Manuel Augusto Pereira – 27/9/1893 a 1932 (39 anos)
  • 14.º - Padre Adelino Francisco de Oliveira – 1932 a 1939 (7 anos)
  • 15.º - Padre Jacinto Monteiro (vacatura) – 1939
  • 16.º - Monsenhor António de Almeida Maia – 22/10/1939 a 1992 (53 anos)
  • 17.º - Padre Laudalino de Sousa Duarte Frazão – 1992 a 8/8/2000 (8 anos)
  • 18.º - Monsenhor e Cónego José Garcia – 8/8/2000 a 17/10/2010 (10 anos)
  • 19.º - Padre Dr. Duarte Manuel Espírito Santo Melo – 17/10/2010
  • COMPILAÇÃO
    Rúben Borges de Medeiros Amorim - Contacto:- ruben.amorim@sapo.pt
    pesquisar